Poemas, assim, sem mais nem menos?

Para minha Alemoa:


Sem preparo, como um suspiro,
todos os anos se mostram em minha frente,
e fazem com que eu sinta diferente
o que sempre senti: amor!
Chega a idade, e com ela respeito e transformação,
sou ainda jovem para o saber, mas velho para não ser,
então, respiro, me viro e digo: é bom estar contigo!

5 comentários:

Robson disse...

Lindo poema Beto, essas coisas de fato tem que ser ditas ou escritas quando verdadeiras.
Abração

Afobório disse...

um belo poema, felicidades aos dois.


sorte e luz.

Adriano Queiroz disse...

"e fazem com que eu sinta diferente
o que sempre senti: amor!"

Acho que amor é bem isto mesmo. O Tempo muda a forma, a intensidade, os cheiros, mas ainda é amor.

felipe lima disse...

Que sensação gostosa, essa!

Jana disse...

O amor é como o vinho.